segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Teste:Conheça seu Bebê+Niver Rafa + Força para Cyy

Vamos conhecer o temperamento dos nossos babys?

No útimo post sobre a Rotina E.A.S.Y, comentei que faria um post sobre Linguagem corporal do Bebê, mais antes, vamos ver como é o temperamento dele?
Pois, os sinais que ele passar, podem ser confundidos!

A Encantadora de Bebes, com sua experiência, observou que os bebês geralmente se encaixam em um dos cinco tipos de temperamento aos quais ela chamou: Anjo, Livro-texto, Sensível, Enérgico ou Irritável. Todos eles serão descritos a seguir. Para nos ajudar a conhecer nossos bebês, formulou um teste de múltipla escolha com vinte itens, que se aplicam a bebês sadios de 5 dias até 8 meses de idade. Lembre-se de que, durante as duas primeiras semanas, podem ocorrer mudanças aparentes no temperamento; na realidade, elas são temporárias. Por exemplo, a circuncisão (normalmente executada no oitavo dia de vida)
ou qualquer tipo de anormalidade congênita, como a icterícia, que torna o bebê mais sonolento, podem obscurecer sua verdadeira natureza.

Ela sugere que nós e nosso parceiro respondam a essas questões... separadamente. Se você for pai ou mãe solteira, peça a cooperação de seus pais, de um irmão, de um bom amigo ou da babá - ou seja, de qualquer pessoa que passe bastante tempo com o bebê.

Por que duas pessoas devem responder ao teste?

 Em primeiro lugar, e em especial quando as duas pessoas são o pai e a mãe, cada um tem uma visão diferente do filho. Aliás, não existem duas pessoas que vejam qualquer coisa exatamente da mesma forma.
Em segundo lugar, os bebês tendem a agir de maneira diferente com pessoas distintas. Esse é simplesmente um fato da vida.
Em terceiro, tendemos a nos projetar em nossos bebês e, às vezes, nos identificamos muito com seu temperamento - e enxergamos apenas o que queremos ver. Sem o perceber, você pode estar exagerada-mente concentrada em determinadas características de
seu bebê ou, por outro lado, não conseguir enxergá-las. Por exemplo, se você era tímida e as outras crianças a importunavam muito na escola, pode estar dando muita importância ao fato de seu bebê chorar na presença de estranhos. É doloroso imaginar
que seu filho terá de passar pelos mesmos problemas sociais que você, não é mesmo? Sim, nós nos projetamos com esse tipo de exagero em nossos bebês. E nos identificamos. Na primeira vez em que um garotinho consegue cabecear uma bola, papai provavelmente
dirá: "Veja só o meu jogador de futebol". E se o menino for facilmente acalmado pela música, a mamãe, que toca piano desde os 5 anos, dirá: "Já vi que ele herdou meu ouvido musical".

Por favor, não briguem se as respostas forem diferentes. Não é um campeonato para ver quem é mais inteligente ou quem conhece mais o bebê. O teste apenas os ajudará a entender melhor esse pequeno ser humano que acaba de entrar em nossas vidas. Depois de marcar as respostas de acordo com as instruções, vocês verão qual é a descrição que mais combina com seu bebê. Naturalmente, alguns bebês apresentam uma mescla de personalidades. A ideia aqui não é tipificar nossos filhos - isso seria muito impessoal - mas sim ajudá-los a observar as pistas que procuro em um bebê, como padrões de choro, reações, padrões de sono e disposição, os quais, no final, ajudam a determinar de que o bebê necessita.

Teste: Conheça seu Bebê

Para cada uma das questões seguintes, escolha a melhor resposta - em outras palavras, a frase que descreve o comportamento de seu filho na maior parte do tempo.

  1. Meu bebê:

A.   raramente chora
B.  chora apenas quando está com fome, cansado ou superestimulado
C.   chora sem motivo aparente
D.  chora muito alto e, se não o atendo logo, começa a berrar
E.   chora grande parte do tempo

  1. Na hora de dormir, meu bebê:

A.   fica tranqüilo no berço e logo dorme
B.  em geral, pega no sono facilmente dentro de 20 minutos
C.   reclama um pouco e parece sonolento, mas não consegue manter o sono
D.  é muito agitado e geralmente precisa ser envolvido em um cobertor ou embalado no colo
E.   chora muito e parece não gostar de ser colocado no berço

  1. Quando acorda, de manhã, meu bebê:

A.   raramente chora - ele fica brincando no berço até eu chegar
B.   murmura e olha a seu redor
C.   precisa de atenção imediata, senão começa a chorar
D.  grita
E.   choraminga

  1. Meu bebê sorri:

A.   para tudo e para todos
B.  quando estimulado
C.   quando estimulado, mas às vezes começa a chorar minutos depois de sorrir
D.  muito e também é muito vocal: ele tende a fazer ruídos muito altos
E.   apenas em determinadas circunstâncias

  1. Quando levo meu bebê para passear, ele:

A.  é extremamente comportado
B.  é comportado, desde que eu não o leve para um local muito agitado ou desconhecido
C.  fica bastante irrequieto
D.  exige muito minha atenção
E.   não gosta de ser muito manipulado

  1. Quando um desconhecido simpático conversa com ele, meu bebê:

A.   sorri imediatamente
B.  fica um pouco sério e depois geralmente sorri
C.   quase sempre chora, a menos que o desconhecido consiga conquistá-lo
D.  fica muito agitado
E.   raramente sorri

  1. Quando escuta um ruído muito alto, como um cachorro latindo ou uma porta batendo, meu bebê ...

A.   nunca se incomoda
B.  percebe, mas não se incomoda
C.  fica visivelmente assustado e, em geral, começa a chorar
D.  também faz um ruído alto
E.   começa a chorar

  1. Na primeira vez em que dei um banho em meu bebê, ele:

A.  gostou da água como se fosse um peixe
B.  ficou um pouco surpreso com a sensação, mas gostou quase imediatamente
C.   ficou muito sensível, tremeu um pouco e parecia estar com medo
D.  ficou frenético, batia os braços e as pernas, esparramando a água
E.   detestou o banho e chorou

  1. Normalmente, a linguagem corporal de meu bebê é:

A.   relaxada e alerta
B.  relaxada na maior parte do tempo
C.  tensa e muito reativa aos estímulos externos
D.  desajeitada - ele bate muito os braços e as pernas
E.   rígida - seus braços e suas pernas geralmente são inflexíveis

  1. Meu bebê faz ruídos altos e agressivos:

A.   ocasionalmente
B.   apenas quando está brincando e é muito estimulado
C.   quase sempre
D.  freqüentemente
E.   quando está bravo

  1. Quando troco as fraldas do meu bebê, dou banho nele ou o visto:

A.   ele sempre se comporta com tranqüilidade
B.   ele se comporta se eu não fizer movimentos muito rápidos e se souber o que estou fazendo
C.   geralmente fica mal-humorado, como se não suportasse ficar nu
D.  contorce o corpo e derruba tudo do trocador
E.   ele detesta, vestir uma roupa é sempre uma batalha

  1. Quando levo meu bebê para um ambiente muito iluminado, pela luz do sol ou por lâmpadas flúores centes, ele:

A.   enfrenta a situação com naturalidade
B.  às vezes parece assustado
C.   pisca excessivamente ou tenta esconder o rosto
D.  fica superestimulado
E.   parece perturbado

13a. (Se você dá mamadeira) Quando alimento meu bebê, ele:

A.   sempre suga de forma adequada, presta atenção e, em geral, alimenta-se em 20 minutos
B.  se mostra um pouco atrapalhado com os movimentos de sugação, mas quase sempre se ali menta bem
C.   contorce muito o corpo e demora para terminar a mamadeira
D.  segura a mamadeira de forma agressiva e tende a se alimentar demais
E.   geralmente é mal-humorado e demora muito para se alimentar

13b. (Se você amamenta) Quando amamento meu bebê, ele:

A.   começa a mamar imediatamente - foi bem fácil desde o primeiro dia
B.  demorou um ou dois dias para conseguir mamar direito, mas depois ficou tudo bem
C.   sempre quer mamar, mas ocasionalmente larga o seio, como se tivesse esquecido como fazer
D.  alimenta-se bem desde que eu o segure do jeito que ele quer
E.   fica muito bravo e agitado, como se não tivesse leite suficiente para ele

14.O comentário que melhor descreve a comunicação entre mim e meu bebê é:

A.  ele sempre consegue que eu saiba exatamente qual é a sua necessidade
B.  na maior parte do tempo, é fácil interpretar suas dicas
C.  ele me confunde: às vezes, chega a gritar comigo
D.  seus gostos e desgostos são firmados de modo bem claro e freqüentemente barulhento
E.   ele geralmente chama minha atenção com um choro alto e tenso

15. Quando vamos a uma reunião familiar e muitas pessoas querem segurá-lo, meu bebê:

A.   é muito adaptável
B.  é bastante seletivo em relação a quem deseja segurá-lo
C.   chora facilmente se muitas pessoas o segurarem
D.  pode chorar ou até mesmo tentar se afastar dos braços de alguém se não se sentir confortável
E.   recusa-se a ir com qualquer pessoa que não seja a mamãe ou o papai

16. Quando voltamos para casa depois de um passeio qualquer, meu bebê:

A.   adapta-se imediatamente
B.  demora alguns minutos para se ambientar
C.   tende a ficar muito agitado
D.  geralmente está superestimulado, e é difícil acalmá-lo
E.   parece bravo e infeliz

17. Meu bebê:

A.   distrai-se por um longo período observando um único objeto, até mesmo as barras do berço
B.  consegue brincar sozinho por cerca de 15 minutos
C.  tem dificuldade para divertir-se em um ambiente desconhecido
D.  precisa de muito estímulo para se distrair
E.   não se distrai facilmente com alguma coisa

18.O aspecto mais perceptível de meu bebê é:

A.  como ele é adaptável e incrivelmente bem-comportado
B.  como seu desenvolvimento segue um trajeto preciso, exatamente como descrevem os livros
C.   sua sensibilidade a tudo
D.  sua agressividade
E.   como ele é resmungão

19. Meu bebê parece:

A.  sentir-se absolutamente seguro no berço
B.  preferir o berço na maior parte do tempo
C.   sentir-se inseguro no berço
D.  irritado, como se o berço fosse uma prisão
E.   ressentido quando é colocado no berço

20. O comentário que melhor descreve meu bebê é:

A.   nem parece haver um bebê na casa - ele é um sonho
B.  é fácil lidar com ele, ele é previsível
C.   ele é uma coisinha muito delicada
D.  eu acho que, quando começar a engatinhar, ele vai esbarrar em tudo
E.   ele é uma "alma velha", parece que já esteve por aqui antes

Para saber o resultado do teste, escreva as letras A, B, C, D e E em um papel e, ao lado de cada uma, anote quantas vezes a marcou durante o teste. Cada letra denota um tipo correspondente:

A = bebê Anjo
B = bebê Livro-texto
C = bebê Sensível
D = bebê Enérgico
E = bebê Irritável

Dirigindo Toda a Sua Atenção para o Tipo do seu Bebê

Depois de somar a freqüência das letras, provavelmente você terá escolhido um ou dois tipos com predominância. Quando ler as descrições, lembre-se de que estamos falando sobre uma maneira de se comportar no mundo, e não de uma disposição ocasional
ou  de um  comportamento associado a uma dificuldade, como uma cólica ou um marco específico do desenvolvimento, como a erupção dos dentes. Provavelmente você reconhecerá seu bebê em um dos resumos seguintes, ou talvez ele combine características de diferentes tipos. Leia todas as cinco descrições. Dei exemplo de cada um dos perfis com um bebê conhecido, que corresponde quase exatamente àquelas características.

 bebê Anjo

Como era de esperar, esse é o tipo de bebê que todas as mulheres que engravidam pela primeira vez imaginam ter: ele parece um verdadeiro sonho. Pauline é um bebê desse tipo: doce, eternamente sorridente e muito pouco exigente.
Suas dicas são fáceis de interpretar. Ela não é perturbada por ambientes novos e é extremamente comportada  na realidade, você pode levá-la para qualquer lugar. Ela tem facilidade de se alimentar, brincar e dormir e em geral não chora quando acorda. Você encontrará Pauline brincando em seu berço quase todas as manhãs, conversando com um bicho de pelúcia ou apenas se distraindo com a faixa do papel de parede. Um bebê Anjo quase sempre consegue se acalmar sozinho; mas, se estiver muito cansado, talvez porque suas dicas não tenham sido bem interpretadas, a única providência necessária é aconchegá-lo um pouco e dizer: "Eu estou vendo que você está muito cansado". Depois, cante uma canção, deixe o quarto confortável, escuro e silencioso, e logo ele dormirá.

 bebê Livro-texto

Esse é o nosso bebê previsível e, como tal, é consideravelmente fácil lidar com ele. Oliver insinua tudo o que fará, por isso não existem muitas surpresas com ele. Ele chega a todos os marcos exatamente de acordo com o previsto - dorme a noite toda aos 3 meses de idade, consegue rolar aos 5 e senta-se aos 6. Suas manifestações do processo de crescimento parecem um relógio. Nos períodos em que seu apetite aumenta repentinamente, ele está ganhando peso e se desenvolvendo com rapidez. Quando tem apenas 1 semana, já consegue brincar sozinho por um período curto - 15 minutos aproximadamente - e também murmura muito e olha ao redor. Além disso, sorri quando alguém sorri para ele. Embora Oliver tenha períodos normais de mau humor, exatamente como os livros descrevem, é fácil acalmá-lo. Também não é difícil fazê-lo dormir.

O bebê Sensível.

Para um bebê ultra-sensível, como Michael, o mundo parece uma série interminável de desafios sensoriais.
Ele se assusta com o ruído de uma motocicleta passando na rua, com os sons da TV, com um cachorro latindo na casa do vizinho.
Ele pisca ou tenta afastar o rosto de uma luz forte. Às vezes chora sem motivo aparente, mesmo quando está sozinho com a mãe. Nesses momentos, ele está tentando dizer na sua linguagem de bebê: "Eu já estou cansado, preciso de um pouco de paz e silêncio". Freqüentemente, fica irritado depois de algumas pessoas o segurarem ou depois de passear. Ele brinca sozinho por alguns minutos, mas precisa se certificar da proximidade de alguém que ele conheça bem - a mamãe, o papai ou a babá.
Já que esse tipo de bebê gosta muito de sugar, a mamãe pode interpretar mal suas dicas e pensar que ele está com fome, quando uma chupeta poderia acalmá-lo. Ele também pode se alimentar de uma forma errática, às vezes agindo como se tivesse esquecido como fazê-lo. Durante as sonecas e à noite, Michael com freqüência tem dificuldade em pegar no sono. Bebês Sensíveis como ele facilmente saem dos horários programados, porque seu sistema é muito frágil. Uma soneca muito longa, o fato de pular uma refeição, uma visita inesperada, uma viagem, uma mudança na rotina - qualquer um desses eventos pode colocar Michael em desespero. Para acalmar o bebê Sensível, você terá de "recriar o ventre". Envolva-o bem firme em um cobertor, aconchegue-o no seu ombro, sussurre perto do ouvido dele ritmicamente um som que lembre o da água fluindo pelo ventre e dê tapinhas suaves nas costas dele, imitando o ritmo cardíaco (isto, aliás, acalma a maioria dos bebês; mas funciona especialmente com o Sensível). Se você tiver um bebê Sensível, quanto mais rápido aprender a interpretar suas dicas e seu choro, mais simples sua vida será. Esses bebês adoram estrutura e previsibilidade - nada de surpresas, muito obrigado.

O bebê Enérgico.

Esse é o bebê que parece sair do ventre já sabendo do que gosta e do que não gosta, e ele não hesita em mostrar isso a todos. Bebês como Karen são muito vocais e, às vezes, chegam a parecer agressivos. Ela freqüentemente chama a mamãe e o papai aos gritos quando acorda pela manhã. Ela detesta ficar com as fraldas sujas e comunicará "Troque-me" vocalizando violentamente seu desconforto. Na realidade, balbucia muito e bem alto. Sua linguagem corporal tende a ser um pouco desajeitada.
Karen freqüentemente precisa ser envolvida em um cobertor para dormir, porque seus braços e suas pernas ficam se debatendo e a deixam super estimulada. Quando começa a chorar e o ciclo não é interrompido, parece chegar a um ponto do qual não há retorno: seu choro vai se prolongando até atingir um estado de raiva extrema. Um bebê Enérgico provavelmente segurará a mamadeira em idade prematura. Ele também percebe os outros bebês antes que eles o percebam e, assim que tiver idade para desenvolver uma preensão boa e firme, pegará também os brinquedos dos outros.

 bebê Irritável.

Eu defendo a teoria de que bebês como Gavin já estiveram por aqui antes - eles são "almas velhas", como costumo chamá-los, e não ficaram nada felizes em voltar ao mundo. Eu posso estar errada, é claro, mas independentemente do motivo, garanto que esse tipo de bebê é absolutamente amargo, ou como dizemos em Yorkshire, está bravo com o mundo e
mostra isso claramente. Gavin choraminga todas as manhãs, não sorri muito durante o dia e fica inquieto até dormir, todas as noites. Sua mãe tem muitos problemas em conseguir manter as babás, porque elas tendem a levar o mau humor desse bebê para o lado pessoal. No início, ele detestava tomar banho e, cada vez que alguém tentava trocá-lo ou vesti-lo, ele se tornava impaciente e irritado. Sua mãe tentou amamentá-lo, mas seu fluxo (o ritmo do leite até chegar ao mamilo e passar por ele)era lento, e Gavin não tinha paciência. Embora ela tenha seguido todas as normas, a alimentação ainda é difícil por causa
do mau humor dele. Para acalmar um bebê Irritável, a mãe ou opai precisam ser pacientes, porque esse bebê fica muito bravo e seu choro é particularmente alto e longo. O murmúrio da água do ventre" precisa ser ainda mais alto que o choro. Ele odeia ser envolvido em cobertores e certamente faz você saber disso. Se o bebê Irritável tiver uma crise, diga: "Está bem, está bem, está bem", de uma forma rítmica, enquanto o acalenta
suavemente de frente para trás.


Próximo post Linguagem corporal do bebê!


Niver Rafaela

Gente, dia 20, sábado, foi niver da Rafa do Blog Amor que não se mede.
Felicidades amiga! Tudo de bom pra vc, com carinho viu!



Força para Cyy


Bom, Hj entrei no Blog da Cyy e vi que ela está muito triste, pois faleceu o avozinho dela!
e no meio da tristeza da noticia, a passarinha ainda teve reações da vacina de 6 meses que tomou e teve que ir ao hospital! Muita coisa para um dia só né?

Vamos dar uma força a ela!!!

Muita força amiga! Deus vai te ajudar a suportar essa dorzinha no seu coração e vai restar a saudade dos momentos maravilhosos que tiveram juntos! 

"Aqueles que amamos nunca morrem, apenas partem antes de nós!"
Sinto Muito!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por visitar meu cantinho! Volte Sempre!
Faça uma Mamys Blogueira Feliz, Comente!

....

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Veio aki Recente!